Mineração de criptomoedas: você precisa saber sobre isso

Ao falar sobre as moedas digitais, sempre surge aquela pessoa que comenta sobre um processo chamado de “mineração de criptomoedas” com palavras difíceis e termos diferentes. A verdade é que você não precisa desses termos robustos, mas precisa saber sobre isso.

Nesse artigo:

O que é a mineração de criptomoedas?

Entendendo o processo de criação da criptomoeda

Qual a importância da mineração de criptomoedas?

Qual o objetivo desse processo?


O que é a mineração de criptomoedas?


A mineração de criptomoedas nada mais é do que o seu processo de criação. Imagine por exemplo a moeda que utilizamos hoje, nosso papel moeda, que atualmente é produzida pela CMB - Casa da Moeda do Brasil. Assim como a moeda que utilizamos fisicamente no dia a dia, uma criptomoeda também passa por um processo para ser criada, e esse processo é chamado de mineração de criptomoedas.

Entender onde esse processo ocorre é mais complexo do que entender o nosso papel moeda na CMB pois, no caso da criptomoeda, envolve o chamado blockchain.



Entendendo o processo de criação da criptomoeda


O blockchain guarda dentro de si blocos com informações de transação de uma criptomoeda, e a mineração vem para validar – ou não – essas informações, como forma de garantir que aquela criptomoeda contém uma tecnologia válida, e não estaria sujeita a fraudes ou erros.


Em outras palavras, a mineração de criptomoedas consiste na chamada técnica de força bruta, ou “tentativa e erro”, onde os mineradores disputam entre si quem consegue resolver as questões matemáticas primeiro, e validar as informações contidas naqueles blocos, colocando a criptomoeda disponível para uso.


Para se ter uma ideia da complexidade das questões matemáticas que envolvem a mineração, é estimado que essas equações se renovem a cada 10 minutos, o que garante que sua segurança esteja sempre sendo testada.


Somente após um minerador conseguir concluir o processo de mineração é que a criptomoeda é incorporada a sua rede, e adquire o seu próprio código de criptografia. Esse código é o que garante a sua segurança, já que para conseguir roubar de alguma forma as informações contidas na moeda, precisa primeiro desvendar a criptografia dos blocos anteriores.


Um minerador que consegue “vencer” essa disputa com outros minerados, recebe como recompensa as criptomoedas que estavam armazenadas naquele bloco. Atualmente está em torno de 6 unidades da moeda, o que na cotação do bitcoin atual chegaria em um valor total superior a R$ 1 milhão.


Ainda não conseguiu visualizar? Então imagine a seguinte situação: um trem onde existem vários vagões e todas as pessoas estão no último vagão do trem. O maquinista do trem então avisa que quem chegar primeiro até a cabine principal da locomotiva ganha uma quantia alta em dinheiro. Mas para conseguir isso, precisa passar por todos os outros vagões, que estão protegidos por senha. A mineração de criptomoedas é exatamente assim. O trem é o blockchain, onde o processo ocorre, cada vagão com senha representa as equações matemáticas, e as pessoas que precisam chegar até o final, são os mineradores. Ou seja, a quantia em dinheiro representa aqui a criptomoeda que é colocada em uso no final.



Qual a importância da mineração de criptomoedas?


Já entendemos que a mineração consiste em validar as informações dos blocos que compõem o blockchain, e que cada validação gera a criação de uma criptomoeda com seu código de segurança.


Ao entendermos o processo, entender sua importância se torna simples. Imagine a seguinte situação: dois novos cadeados para malas de viagem estão sendo vendidos nas lojas do país, o primeiro acabou de sair da fabricação, não fez testes e a única garantia que o cadeado tem é a palavra de seus criadores de que ele funciona. O outro, passou por diversos testes para validar que ele não pode ser violado, e não tem como ninguém quebrar o cadeado ou furtar seus pertences sem ser impedido pela segurança do produto.


De forma natural, o segundo produto parece mais seguro e confiável, pelo seu processo de testes e por ter tido sua tecnologia testada e aprovada na prática. Se isso faz sentido para você, então você entendeu a mineração de criptomoedas.



Qual o objetivo desse processo?


Por meio da mineração de criptomoedas, o seu processo de fabricação ganha ainda mais credibilidade, garantido assim aos seus investidores uma segurança e confiança melhor para continuar crescendo o mercado mundial.


Essa garantia se dá pelo blockchain ter as transações registradas publicamente, o que permite a auditoria por quem quer que deseje saber mais do processo. Além disso, a mineração garante que a distribuição de bitcoins seja feita de forma justa, pois o processo é feito via sorteio, o que assegura que todos os competidores têm a mesma chance de conseguir vencer.


Mas lembre-se: sempre que optar pela aquisição de criptomoedas, mantenha todas elas salvas no Trezor, pois é a carteira de criptomoedas offline mais confiável do mercado. A Brazil Electronics tem estoque com entrega imediata no Brasil. O processo de mineração garante a segurança mas faça sua parte, não confie nas Exchange online.


Acompanhe neste outro artigo a importância de não deixar seu bitcoin ao azar.

...